Digite a palavra-chave

A busca é efetuada em todas as páginas do site e abrange todo o seu conteúdo.
Página principal




ARTIGOS



EDUCAÇÃO O QUANTO ANTES

A educação é crucial para o avanço de um país e, quanto antes chegar às pessoas, maior será o seu efeito e mais barato ela custará. Sai algo 60% mais caro tentar sedimentar num adolescente o tipo de conhecimento previsto para ser-lhe apresentado dez anos antes. O aprendizado tardio nem sempre é tão eficiente, afirma James Heckman, economista, professor da Universidade de Chicago, Prêmio Nobel em 2000 (Veja, São Paulo: Abril, n. 2116, 10 jun. 2009, p. 21).

2. Dois tipos de habilidade têm enorme influência sobre o sucesso de uma pessoa na vida: 1º) as habilidades cognitivas, relacionadas ao QI, algo abrangente, como conseguir enxergar o mundo de forma mais abstrata e lógica; 2º) as habilidades não-cognitivas, relacionadas ao autocontrole, à motivação e ao comportamento social.

3. Ambos os tipos devem ser estimulados no começo da vida.

4. Embora menosprezadas por muitos, as habilidades não-cognitivas estão diretamente relacionadas ao sucesso na escola e, mais tarde, no próprio mercado de trabalho.

5. Hoje não se vai muito longe sem o traquejo social ou a capacidade de manter o controle diante de situações adversas, e isso pode ser desenvolvido e, quanto mais cedo, melhor.

6. As escolas têm um papel fundamental, especialmente quanto ao desenvolvimento das habilidades cognitivas. Mas os pais devem estimular, desde cedo, o aprendizado cognitivo e emocional dos filhos. Iniciativas mínimas, como o hábito de conversar com os filhos ou emprestar-lhes um livro, têm altíssimo impacto.

7. Cada dólar gasto na educação de uma pessoa lhe possibilita a produzir algo como 10 centavos a mais por ano ao longo de sua vida. Não há investimento melhor, conclui Heckman.