Digite a palavra-chave

A busca é efetuada em todas as páginas do site e abrange todo o seu conteúdo.
Página principal




ARTIGOS



CONSELHOS SOBRE INVESTIMENTOS

Estudar é o melhor investimento possível por uma simples razão: você nunca perderá seus conhecimentos. A bolsa de valores pode ir mal, o banco no qual está o seu dinheiro pode quebrar, você pode precisar de todo o seu capital para resolver algum problema na vida. Mas, se qualquer dessas coisas acontecer e você perder tudo, não perderá sua formação. Os seus conhecimentos ficam sempre com você e vão ajudá-lo a dar a volta por cima. Fábio Barbosa, presidente do Banco Real e da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) (Claman, Liz. ´O melhor conselho sobre investimentos que eu já recebi´. São Paulo: Larousse, 2007, p. 19).

Quando surge um novo tema na minha mesa de trabalho, procuro imediatamente pesquisar o assunto e identificar suas implicações no negócio em busca de oportunidades de inovação e antecipação de tendências. Cledorvino Belini, presidente da FIAT para a América Latina (id., p. 30).

Vivemos na era do conhecimento, e as pessoas e as empresas voltadas para o aprendizado contínuo são aquelas com possibilidade de crescerem mais rápido e de obterem os melhores resultados ao longo do tempo (id.).

Três características de empresas bem-sucedidas: 1ª) empresas situadas em bons mercados, com oportunidades para o crescimento futuro; 2ª) empresas alicerçadas em cultura própria e em pessoas dotadas de valores excepcionais; e 3ª) empresas com o olho crítico capazes de se reinventarem constantemente para melhor servir aos mercados emergentes ou em evolução. Stanley M. Bergman, presidente do Conselho e CEO da Henry Schein, Inc. (p. 32).

Você será tão mais bem-sucedido quanto melhor psicólogo for. Se as pessoas estiverem devidamente motivadas, preparadas e integradas, multiplicam esforços e alcançam resultados excepcionais. Quem realiza as coisas não é o dinheiro e nem a máquina, mas sim as pessoas. Maurício Botelho, presidente do Conselho de Administração da Embraer (p. 34).

Se você criar a estratégia certa e puser as pessoas certas nos lugares certos, dá certo; se criar a estratégia certa e não puser as pessoas certas nos lugares certos, dá errado; e se criar a estratégia errada e puser as pessoas certas nos lugares certos, dá razoavelmente certo. Cássio Casseb, presidente do Grupo Pão de Açúcar (p. 39).

Princípios comuns das empresas líderes de mercado: 1º) valorização dos relacionamentos humanos; 2º) encorajamento do trabalho em equipe; 3º) experimentação econômica (desenvolvimento de novos produtos e serviços); 4º) fidelidade aos compromissos; 5º) luta contra a complacência (nem tudo está certo; cultura de autocrítica e esforço para melhorar); 6º) vencer com a utilização de múltiplos recursos, isto é, competir usando não uma mas várias competências (a MBNA tornou-se a maior concessora de empréstimos de cartões de crédito se sobressaindo em vários aspectos, como avaliação de crédito, treinamento de pessoal de atendimento ao cliente, segmentação de mercado e vendas pessoais); e 7º) serviços à comunidade (a capacidade de retribuir à comunidade permite uma rápida taxa de crescimento). Peter S. Cohan, presidente da Peter S. Cohan & Associates (p. 44).

Os três melhores conselhos para um investidor: 1º) diversifique sua carteira e minimize impostos e custos de negociação; 2º) defina suas metas de investimento e escolha os ativos para atingi-las; 3º) invista com regularidade e evite tentar descobrir o momento oportuno do mercado. John E. Core, professor da Wharton School of Business (p. 50).

Assumir riscos é a chave para uma estratégia de investimentos bem-sucedida, mas é necessário assumir riscos prudentes. Ensina George Soros: não se trata de quantas vezes você está certo ou errado, porquanto eu estou errado nove entre dez vezes, mas a minha fortuna é conseqüência de quando estou certo. David Darst, diretor de estratégia de investimentos da Morgan Stanley Global Wealth Management Group (p. 58).

O investimento é ciência e arte. A ciência é a disciplina, enquanto a arte é a capacidade de julgamento, a experiência e a disposição de ouvir o mercado com atenção. O investidor esquece a disciplina e se deixa dominar pelas emoções quando, no mercado em alta, decide entrar com medo de perder o trem. As emoções de medo e ambição precisam ser controladas e substituídas pela disciplina. Bob Doll, presidente e diretor de investimentos da Merrill Lynch Investment Managers (p. 61).

Na vida, tudo começa, floresce e varia por meio da leitura, segundo Nelson Rodrigues. As pessoas são feitas das palavras lidas nos livros. Nenhuma palavra escrita é inútil. Gustavo Franco, sócio-diretor da Rio Bravo Investimentos (p. 72).

Sou um investidor em valor. Antes de investir, levo em consideração alguns elementos, tais como: 1º) empresa com baixo índice preço/lucro (não quero pagar demais por algo, fora do mercado); 2º) sempre procurando avaliações baratas e menos favorecidas no mercado, escolho as empresas com fluxo de caixa para pagar dividendo. Bob Froehlich, diretor de estratégia de investimentos de Deutsche Asset Management (p. 75).

Ganha-se dinheiro a longo prazo quando se surfa nas ondas da multidão, em cerca de 75 a 80% das vezes. Afinal, a multidão é a força dominante em mercados otimistas e pessimistas. Ir contra a multidão é, quase sempre, como ir a Las Vegas esperando vencer a banca. O segredo de sair da onda da multidão e retornar a ela é distanciar-se psicologicamente dos acontecimentos, assim como ter esperanças, quando houver medo, e ter medo, quando houver esperança demais. O investidor precisa proteger-se de várias coisas, mas principalmente de si mesmo. Bill Gross, fundador e diretor de investimentos do PIMCO (p. 78).

Você nunca conseguirá ter um jogo perfeito porque não tem como controlar os juízes nem o clima. Mas você poderá ter um treino perfeito, avalia Vince Lombardi, um dos maiores técnicos do futebol americano. Segundo ele, rigoroso na disciplina por ocasião dos treinamentos, o processo de prática é o item mais importante sob o controle do técnico. No âmbito do investimento, o exercício da disciplina entra em jogo o tempo todo. O investidor deve concentrar-se em seu próprio processo e desenvolver a disciplina com os elementos passíveis de controle. Todos os administradores financeiros bem-sucedidos são impetuosamente competitivos, como os atletas Frank Holmes, CEO e diretor de investimento da U. S. Global Investors Inc. (id. 83).

Outro grande conselho é analisar as coisas de várias perspectivas. Utilize diferentes processos de pensamento para rever as coisas, refletir sobre elas e reagir. Outro fator importante é considerar a lei da reversão à média, porquanto os mercados se movimentam acima da média e abaixo da média.. Mas, mais cedo ou mais tarde, todo mercado reverte à sua média. Ao invés de tentar o melhor momento para entrar e sair de um mercado, uma grande perda de tempo, aprecie o valor da diversificação de seus investimentos (títulos, ações e recursos, de acordo com a teoria da alocação de ativos) e reequilibre-se periodicamente. Quando as ações estão em alta, as ´commodities´ estão em baixa (de 1997 a 1999). Quando as ´commodities´ sobem (2000 a 2004), as ações caem, e o investidor pode compensar as perdas da carteira de ações com o ganho das ´coomodities´(id.).

Não invista quando você não entende do mercado. Invista apenas em mercados dos quais você entende. Edward J. Ludwig, CEO e presidente da Becton, Dickinson and Company (id., p. 95).

A primeira tarefa de qualquer investidor é conhecer a si mesmo (perfil de risco, comprometimento e tendências emocionais). Se você deseja ter os retornos, mas sem gastar muito tempo com isso ou se não consegue reagir friamente a mudanças, então, com certeza, deve encontrar alguém para administrar seu dinheiro. Um segundo conselho é evitar as ações perdedoras, tão importante quanto encontrar as vencedoras. Pode-se perder em questão de minutos o patrimônio ganho em anos. Um terceiro conselho é encarar o longo prazo como uma série infinita de curtos prazos. Ninguém consegue ser bem-sucedido no longo prazo sem ser bem-sucedido, na maior parte do tempo, no curso prazo. Os erros raramente são devidos à falta de informações corretas. O desafio é colocar a informação no contexto adequado. Roger McNamee, co-fundador e sócio-geral da Integral Capital Partners (p. 105).

As onze melhores dicas de investimento: 1ª) as tentativas de prever a movimentação do mercado de ações para obter lucros constituem um processo de fracasso no longo prazo; o risco de mercado pode ser controlado, de alguma forma, posicionando-se a carteira entre títulos, ações de baixo risco e renda fixa; 2ª) previsões econômicas precisas são amplamente desnecessárias; as taxas de juros e o fluxo de caixa são as únicas variáveis econômicas importantes para estimar o valor de uma ação; 3ª) as notícias atuais são de pouca utilidade para a gestão de seu dinheiro; o mercado se volta para o futuro, e o dinheiro é ganho quando os investidores identificam desvios entre percepções de curto prazo e a realidade de longo prazo; 4ª) as três características mais importantes para levar-se em consideração ao selecionar uma ação são: preço, preço e preço; 5ª) administradores financeiros com menos erros apresentam os melhores desempenho de longo prazo; por conseguinte, ao comprar um título, não deixe de considerar o provável lucro futuro; 6ª) a melhor maneira de proteger-se do risco financeiro é comprar ações de empresas geradoras de fluxo de caixa em excesso mediante um desconto sobre o valor intrínseco desse fluxo de caixa; 7ª) a virtude mais importante de um investidor em valor é a paciência; 8ª) o desejo de estar certo o tempo todo é um obstáculo para estar certo ao longo do tempo; 9ª) estabelecer barreiras artificiais ao investimento pode limitar o desempenho; o valor pode ocorrer em grandes empresas, pequenas empresas, empresas em crescimento, empresas de tecnologia e assim por diante; 10ª) um investidor em valor precisa ter uma rigorosa disciplina de venda, somente baseada em avaliações de fluxo de caixa em excesso; o investidor não pode alicerçar-se em estimativa do momento certo ou na psicologia da multidão; e 11ª) escolha administradores com os quais se identifique no tocante à disciplina dos investimentos; até os melhores administradores passam por períodos de desempenho abaixo da média; o desempenho no longo prazo é a mais importante medida do sucesso dos investimentos. Robert A. Olstein, CEO e diretor de investimentos da Olstein & Associates (id., p. 118).

Numa oportunidade de investimentos, se algo parecer bom demais para ser verdade, provavelmente será bom demais para ser verdade. O risco não é proporcional à recompensa. As empresas, num determinado setor, dão errado mais ou menos ao mesmo tempo. Mesmo os investidores profissionais têm problemas em controlar as próprias emoções. A crença dominante e a tendência de ir com a multidão suplantam a fé em suas próprias crenças. Isso é um erro. O maior perigo para o pequeno investidor é ser levado pelo modismo. Normalmente, ir contra a maré é a possibilidade de encontrar sucesso nos investimentos. Wilbur Ross (id., p. 127).

A intuição é importante para estabelecer-se a hipótese, mas ela tem de ser muito bem embasada pelos números para justificar-se. Roberto Egydio Setúbal, presidente do Banco Itaú (id., p. 131).