Digite a palavra-chave

A busca é efetuada em todas as páginas do site e abrange todo o seu conteúdo.
Página principal




ARTIGOS



FELICIDADE NO TRABALHO

O ´Índice de Felicidade no Trabalho´ apresentado em `As melhores empresas para você trabalhar´ é composto por 70% do índice de qualidade do ambiente, 25% do índice de qualidade na gestão de pessoas e 5% por nota da visita do jornalista da revista ´Você S.A.´ às empresas (´As melhores empresas para você trabalhar´. São Paulo: Abril, ago. 2006).

A média da rentabilidade das ´150 melhores empresas para você trabalhar´ (86 nacionais e 64 multinacionais) é de 21,9% contra 13,7% da média das 500 empresas de `Melhores e maiores`.

Qualidade do ambiente do trabalho

A qualidade do ambiente do trabalho envolve quatro grandes indicadores: 1) identificação dos funcionários com a empresa; 2) os funcionários estão satisfeitos e motivados; 3) os funcionários acreditam em seu desenvolvimento; 4) os funcionários aprovam seus líderes.

Identidade - O funcionário é identificado com a empresa quando: 1) conhece e concorda com os objetivos da corporação; 2) recomenda a empresa a parentes e amigos; 3) acredita na contribuição da empresas para preservar o meio-ambiente e melhorar a vida da comunidade; 4) tem orgulho do lugar onde trabalha; 5) percebe o bom tratamento da empresa, de forma igual, em relação a funcionários, fornecedores e clientes; 6) sente-se participante das decisões com repercussão sobre ele e o trabalho.

Satisfação e motivação - O funcionário sente-se satisfeito e motivado quando: 1) é reconhecido e recompensado quando faz um bom trabalho; 2) tem confiança na empresa, no chefe e nos colegas; 3) trabalha num lugar limpo, seguro e confortável; 4) o volume de trabalho permite o término das tarefas no horário normal; 5) acha justo os benefícios, o salário e a participação nos lucros da empresa; 6) sente as informações serem transmitidas com clareza e rapidez.

Aprendizado e desenvolvimento - O funcionário sente o seu crescimento intelectual ou profissional na empresa quando: 1) sabe as exigências para crescer profissionalmente; 2) é estimulado a buscar conhecimento fora da empresa; 3) recebe avaliações de desempenho sinceras do chefe; 4) considera justos os critérios de promoção e carreira adotados pela empresa; 5) sente aprender coisas novas no trabalho; 6) percebe o envolvimento do chefe no seu aprendizado.

Liderança – O chefe é considerado um bom líder quando: 1) transmite respeito e credibilidade; 2) ouve e respeita a opinião de sua equipe; 3) cumpre as promessas; 4) é justo e coerente nas suas decisões; 5) apóia sua equipe na tomada de riscos; 6) dá liberdade para seus funcionários falarem tanto de assuntos profissionais quanto pessoais.

Qualidade na gestão de pessoas

A qualidade na gestão de pessoas envolve seis categorias de práticas adotadas pelas empresas:

1) remuneração e benefícios (a remuneração expressa a valorização e o reconhecimento atribuídos aos empregados, enquanto os benefícios refletem a preocupação da empresa com o bem-estar deles e com sua condição digna de vida e de trabalho);

2) carreira profissional (ações da empresa para estimular e dar suporte ao crescimento profissional de todos os empregados);

3) educação (preparação dos empregados para o futuro da empresa e, também, da sociedade);

4) saúde (além de plano de assistência médica, envolve ações preventivas e preocupações com o bem-estar da pessoa);

5) integridade do trabalhador (uma boa empresa não pode oferecer qualquer tipo de risco, físico ou psicológico, a seus funcionários);

6) responsabilidade social e ambiental (empresa preocupada com o ambiente e com as pessoas).