Digite a palavra-chave

A busca é efetuada em todas as páginas do site e abrange todo o seu conteúdo.
Página principal




ARTIGOS



BIBLIOTECAS

A Biblioteca do Congresso (“The Librarian of Congress”), em Washington, localizada ao lado do Capitólio, é a maior do mundo, com acervo de 128 milhões de itens, dentre os quais 29 milhões de livros, distribuídos em 460 línguas e perfilados em 848 km de prateleiras. Com 4 mil funcionários, recebe diariamente 22 mil itens, dos quais 10 mil acabam no acervo permanente, ou seja, sete aquisições por minuto. Dentre as preciosidades à disposição do público, destacam-se: uma das três cópias intactas em todo o mundo da Bíblia de Gutenberg, do século XV; o primeiro mapa a usar a palavra América, elaborado em 1507 por Martin Waldseemuller, alemão, adquirido por US$ 10 milhões em 2002; a Declaração de Independência dos EUA, chamada de “certidão de nascimento da América”, disponível ao público em fac-símile (Folha de S. Paulo, São Paulo, 05 maio 2005, p. F2).

undefined undefined2. undefined undefinedA Biblioteca Pública de Nova Iorque (“The New York Public Library - NYPL”), sediada na Quinta avenida entre as ruas 40 e 42, em Manhattan, Nova Iorque, fundada em 1895, conta com mais de 5 milhões de volumes (livros e periódicos), distribuídos entre a sede e mais outras 84 bibliotecas. Em frente ao edifício-sede, inaugurado em 23 maio 1911, tem dois leões de mármore agachados, apelidados de Paciência e Coragem (id.).

undefined undefined3. undefined undefinedA Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, localizada desde 1910 na avenida Rio Branco, 219, Rio de Janeiro (RJ), a mais antiga instituição cultural brasileira, a oitava maior biblioteca nacional do mundo, conta com um acervo de 8 milhões de peças. Dentre as preciosidades, destacam-se: a segunda Bíblia mais antiga do mundo; a primeira cartilha em português (século XVI); manuscritos de Castro Alves. O acervo começou a ser formado em 1805 com a chegada da família real portuguesa (id.).

undefined undefined4. undefined undefinedA Biblioteca Mário de Andrade, localizada na rua da Consolação, 94, São Paulo (SP), inaugurada em 1926, é a maior biblioteca paulista e a segunda mais importante do Brasil (id.).

undefined undefined5. undefined undefinedO Real Gabinete Português de Leitura, localizado na rua Luís de Camões, 30, Centro, Rio de Janeiro (RJ), inaugurada pela princesa Isabel e pelo conde D’Eu, a maior e mais valiosa biblioteca de autores portugueses fora de Portugal, conta com mais de 350 mil obras, capitaneadas por uma edição de “Os lusíadas”, de 1572, ex-propriedade da Companhia de Jesus (id.).

undefined undefined6. undefined undefinedA nova Biblioteca de Alexandria, inaugurada em 2002, recebeu, como primeiro livro, o manuscrito “Qurran”, do século VII, de autoria do calígrafo Ibn al-Bawab. A antiga biblioteca teria sido fundada no início do século III a.C., durante o reinado de Ptolomeu II, rei do Egito entre 283 a 246 a.C., e seu acervo contaria de 400 a 700 mil rolos de papiro. Destruída parcialmente inúmeras vezes, foi queimada por completo em 646 d.C. pelos árabes (id.).

undefined undefined7. undefined undefinedDentre as bibliotecas já visitadas, José Mindlin, bibliófilo, com acervo de 40 mil títulos, recomenda: Pública de Nova Iorque, Nova Iorque; a Morgan, também em Nova Iorque; algumas das Nacionais (Lisboa e Paris); Ambrosiana, de Milão; de Fernando Colombo, filho de Cristovão Colombo, em Sevilha (id.).

undefined undefined8. undefined undefinedAs bibliotecas representam um passeio enriquecedor. A visita ainda pode trazer uma vantagem: se ainda não tiver o gosto pela leitura, o visitante pode pegar essa doença, ressalta José Mindlin. Eu fiz questão de inocular esse vírus. A doença faz a pessoa sentir-se bem, diz ele (id.).

undefined undefined9. undefined undefinedA Biblioteca Britânica (“The British Library”), em St Pancras, conta em seu acervo com mais de 150 milhões de itens (livros, mapas, manuscritos, jornais, revistas, desenhos, fotografias, selos, etc.). Inclui relíquias de legados literários e científicos deixados por várias civilizações. Essa riqueza é guardada em 625 quilômetros de prateleiras.

undefined undefined10. undefined undefinedA Biblioteca Nacional da França (“Bibliothèque nationale de France – BnF”), localizada às margens do Sena, em Tolblac, no sudeste de Paris, reúne 12 milhões de volumes e 300 mil coleções de periódicos, distribuídos em 400 km de prateleiras. Inaugurada em 08 out. 1998, a sede compõe-se de quatro torres de vidro e aço de 60 metros de altura. Simboliza livros abertos. A BnF é fruto da fusão da “Bibliothèque Nationale” e a “Bibliotèque de France” ocorrida em 1993.

undefined undefined11. undefined undefinedA Biblioteca Alemã (“Die Deutsche Bibliothek - DDB”) conta com três prédios: em Berlim (“Deutsches Musikarchiv Berlin”), em Frankfurt (“Deutsche Bibliothek Frankfurt am Main”) e em Leipzig (“Deutsche Bücherei Leipzig”).

undefined undefined12. undefined undefinedA Biblioteca Apostólica do Vaticano (“Biblioteca Apostolica Vaticana”) é conhecida por sua coleção de manuscritos raros, muitos deles ilustrados com belíssimas iluminuras. Atualmente 65 mil manuscritos, o acervo foi iniciado em 1450 pelo papa Nicolau V com 350 manuscritos em latim (Disponível: <http://www.estadao.com.br/ divirtase/ noticias/ 2004/ jun/17/90.htm>. Acesso: 06 maio 2005)

undefined undefined13. undefined undefinedA coleção é uma das melhores do mundo, diz John Lowden, diretor do Centro de Pesquisa de Manuscritos do Instituto Courtauld, da Universidade de Londres. Há três bibliotecas supremas no mundo, a do Vaticano, a Biblioteca Nacional da França e a Biblioteca Britânica, diz Lowden (id.).

undefined undefined14. undefined undefinedUma de suas peças mais importantes é o Codex B, uma Bíblia completa (com os dois testamentos), a mais antiga da história, datada de 325 d.C, possivelmente uma das 50 bíblias compiladas por ordem do imperador Constantino. Possui 300 mil medalhas e moedas da era romana (id.)

undefined undefined15. undefined undefinedA biblioteca começou a empregar a tecnologia recente para manter no melhor estado possível a inestimável coleção. As tarefas do serviço de manutenção destinam-se a evitar sejam as folhas e os livros carcomidos pelos micróbios, bem como evitar os danos do tempo e o roubo (id.).

undefined undefined16. undefined undefinedA tecnologia da biblioteca utiliza o sistema Pergamon (alusão a uma cidade antiga da Turquia na qual estava sediada uma das maiores bibliotecas do mundo), a primeira experiência de procedimento de informática aplicado em grande escala a um catálogo bibliotecário. A biblioteca começou a colocar “chips” nos 1,6 milhões de livros de seu acervo a fim de permitir o controle por centros de monitoramento (id.).

undefined undefined17. undefined undefined“O trabalho em uma biblioteca como a nossa tem duas facetas”, afirma Ambrogio Piazzoni, o vice-administrador da biblioteca. Primeiro, a de conservar as coisas recebidas do passado para o futuro. Mas somos o futuro de ontem. Temos o direito de ler e estudar as coisas legadas pelo nosso passado. Deve haver um equilíbrio entre as duas, conclui Piazzoni (id.).

undefined undefined18. undefined undefinedDa antiguidade, as mais famosas bibliotecas do mundo foram a de Nínive, de Alexandria e a de Pérgamo (Disponível: <http://www.scb.org.br/ htdocs/ periodicos/ licoes/ RVC2399.html>. Acesso: 06 maio 2005).

undefined undefined19. undefined undefinedA Biblioteca de Assurbanipal, fundada pelo rei Assurbanipal (668-626 a.C.), em Nínive, centro cultural da época dos assírios, coletou, sob a forma de tijolos de argila, valiosas informações sobre os mais diversos temas. O Museu Britânico apresenta hoje resto de tabletes dessa biblioteca com inscrições cuneiformes feitas pelos escribas da Mesopotâmia (id.).

undefined undefined20. undefined undefinedA Biblioteca de Alexandria, fundada III a.C., durante um século não teve rival. Mas depois surgiu a Biblioteca de Pérgamo, fundada por Eumene II, rei de Pérgamo (197 – 160 a.C), na Ásia Menor. Na época, o pergaminho sucedeu o papiro como matéria-prima para a elaboração dos livros (id.).

undefined undefined21. undefined undefinedNa Biblioteca de Alexandria foi feita a tradução do Antigo Testamento para o grego por meio de setenta eruditos, a “Versão dos Setenta” (id.).

undefined undefined22. undefined undefinedA compilação do saber, de todos os conhecimentos em todas as áreas, obtidos em todas as épocas, em todos os lugares, foi sempre uma aspiração, ou pelo menos uma tendência, de todas as comunidades científicas. As bibliotecas são o caso mais paradigmático da reunificação do saber. Elas constituíram sempre um dos principais instrumentos do trabalho científico (Disponível: <http://ubista.ubi.pt/ ~comum /fidalgo-novos%20meios.html>. Acesso em: 06 maio 2005).

undefined undefined23. undefined undefinedA bibliofilia é arte e ciência, e o bibliógrafo é quem ama os livros, particularmente as obras raras e preciosas. Os livros mais desejados são as primeiras edições das obras de um escritor conhecido. O trabalho de um bibliófilo contribui freqüentemente para constituição de uma parte ou da totalidade de uma biblioteca pública. Algumas das maiores bibliotecas do mundo foram constituídas a partir desse tipo de coleções privadas (Disponível: <http://bibliomanias.no.sapo.pt/dosjornais.htm>. Acesso em 06 maio 2005).

undefined undefined24. undefined undefinedNo século XIX, Londres era o centro do mercado internacional de livros raros. Dentre as obras mais raras, podemos citar a Bíblia de Gutemberg (impressa em Mainz, Alemanha, entre 1450 e 1456) e a primeira edição das peças de Shakespeare (1623-!; edição in-fólio), geralmente chamada o Primeiro Fólio (id.).

undefined undefined25. undefined undefinedO bibliófilo está sempre garimpando. Basicamente é o “viciado” por obras raras ou edições de arte. Interessa-nos a capa, a encadernação, as ilustrações, a dedicatória, o autógrafo, as anotações no meio do livro. Tudo é apreciado, explica José Salles Neto, presidente da Confraria dos Bibliófilos do Brasil. Gostar de ler ou ter o hábito de comprar livros não faz de ninguém um bibliófilo, acrescenta ele (Folha de S. Paulo, São Paulo, 31 maio 2005, Sinapse, p. 15).

undefined undefined26. undefined undefinedA segunda edição de “Os sertões”, de Euclides da Cunha, feita pelo próprio autor, chega a custar R$ 3 mil. Uma primeira edição de “Primavera”, de Casimiro de Abreu, foi arrematada por R$ 11 mil há um mês (id.).

undefined undefined27. undefined undefinedO Brasil ocupa um honroso sétimo lugar dentre os países com maior número de consumidores de livros. Em toda a América, só perde para os EUA. O problema brasileiro é a concentração: 73% dos livros estão nas mãos de 16% da população. O número de livros vendidos no Brasil em 2003 é quase o mesmo o de 1994: 255,8 milhões de livros. Do total das vendas, 59% são livros didáticos, lidos por obrigação. O brasileiro compra 2 exemplares por ano contra 11 nos EUA. O livro brasileiro é um dos mais baratos do mundo: entre R$ 2,40 e R$ 7,50, em média, contra R$ 33,50 e R$ 41,00 nos EUA (id.).

undefined undefined28. undefined undefinedAberta ao público em jun. 2006, a nova ´Biblioteca do México José Vasconcelos´, instalada em prédio de 44.000 m2 de área construída, tem capacidade para 1,5 milhão de livros (o acervo atual é de 575 mil livros) e pode receber 4.000 leitores ao mesmo tempo (sentados). Conta com 750 computadores com acesso à internet. Localizada em espaço da rede ferroviária mexicana, ao lado de estações de trem, metrô e ônibus, a biblioteca homenageia José Vasconcelos, um dos maiores escritores da Revolução Mexicana e ministro da Educação nos anos 1920 (Folha de S. Paulo, São Paulo, 03 set. 2006, p. A24).

undefined undefined29. undefined undefinedO rei Ptolomeu, do Egito, desejando manter como segredo nacional a produção de papiro a fim de favorecer a sua biblioteca de Alexandria, proibiu a exportação do produto e forçou seu rival Eumenes, soberano de Pérgamo, a descobrir um outro material para os livros de sua biblioteca (mais resistente e macio), segundo Plínio, o Velho. A vedação de Ptolomeu determinou a invenção do pergaminho (século II), o material preferido para fazer livros em toda a Europa até o aparecimento do papel no século IV. Embora Plínio registre a invenção como ocorrida no século II a.C., hoje conhecemos documentos mais antigos em pergaminho, datados de um século antes, assinala Alberto Manguel (´Uma história da leitura´. São Paulo: Companhia das Letras, 1997).

undefined undefined30. undefined undefinedConstruída pelo Governo do Distrito Federal (GDF) e inaugurada em 2006, a Biblioteca Nacional de Brasília, localizada na Esplanada dos Ministérios, a 500 metros da Catedral, forma com o Museu da República o Conjunto Cultural da República, projeto de Oscar Niemeyer e Lúcio Costa para Brasília. A Biblioteca tem 10 mil de área construída, distribuída em 4 andares, e pretende formar um acervo de 250 mil livros (Folha de S. Paulo,São Paulo, 06 set. 2007, p. E1).

undefined undefined31. undefined undefinedO Brasil tem 5.796 bibliotecas públicas cadastradas no Sistema Nacional de Bibliotecas ou em processo de implantação, ou seja, uma biblioteca para cada 33 mil habitantes, ante 17 mil habitantes na Argentina e 2,5 mil habitantes na França. Além das bibliotecas públicas, o País conta com 52.634 escolares, 2.165 universitárias e 10.000 comunitárias (Folha de S. Paulo, São Paulo, 14 mar. 2009, p. C4). O Dia do Bibliotecário é comemorado na data de nascimento (12 de março) de Manuel Bastos Tigre, justa homenagem ao ex-servidor da Biblioteca Nacional e ex-dirigente da Biblioteca Central da Universidade do Brasil (Folha de S. Paulo, São Paulo, 12 mar. 2009, p. A3).

Newton Freitas
Presidente do Instituto Cultural Oboé