Digite a palavra-chave

A busca é efetuada em todas as páginas do site e abrange todo o seu conteúdo.
Página principal




ARTIGOS



APOSTAR E GANHAR

Todo mundo quer ganhar, mas nem todo mundo quer apostar. A maneira mais sensata de levar a vida, no entanto, não é fugir aos riscos, mas expor-se deliberadamente a eles e apostar, não de maneira irracional, porém apostar com cautela.

Os suíços estão entre as pessoas mais ricas do mundo porque são os investidores, especuladores e jogadores mais espertos do mundo. Um grupo de suíços, estabelecido em Wall Street depois da Segunda Guerra Mundial, dedicado a operações no mercado de mercadorias e de ações, criou a expressão “Axiomas de Zurique” para uma lista de regras para o enfrentamento ou a administração de riscos. Essas regras são capazes de aumentar a possibilidade de ganho em nossas apostas, garante Max Gunther, autor de “Os axiomas de Zurique” (Rio de Janeiro: Record, 11a. ed., 2004).

Eles já enriqueceram muita gente. Marcos para uma vida de sucesso, são doze os grandes axiomas:

1) DO RISCO: A preocupação não é doença, mas sinal de saúde. Se você não está preocupado, não está arriscando o bastante. Se seu principal objetivo na vida é fugir das preocupações, então você nunca deixará de ser pobre. Salvo se você tiver pais ricos, a única maneira de sair da pobreza (sua única esperança) é submeter-se a riscos.

2) DA GANÂNCIA: realize o lucro sempre cedo demais. Não espere a alta atingir o pico. Após efetuar a venda, não se atormente se a alta continuar.

3) DA ESPERANÇA: Quando o barco começar a afundar, não reze. Abandone-o. Quando surgem os problemas, não é para ficar parado ou estático. Não alimente esperanças. Saber perder é essencial para o especulador.

4) DAS PREVISÕES: O comportamento do ser humano não é previsível. Ninguém conhece uma nesga do futuro. Para chegar a ser alguém como especulador, a primeira coisa a fazer é largar o vício de dar atenção a previsões. Jamais levar a sério economistas, especialistas em mercado nem quaisquer outros oráculos financeiros. O especulador de sucesso não baseia suas jogadas nas previsões, mas reage aos fatos reais.

5) DOS PADRÕES: Até começar a parecer ordem, o caos não é perigoso. As pessoas desejam encontrar padrões de comportamento a fim de definir estratégias para explorar esses padrões. Se você acreditar ter enxergado um padrão de ordem nos assuntos envolvendo seres humanos, incluindo os financeiros, está correndo risco. É uma ilusão de ordem. O mundo do dinheiro é um mundo desordenado, sem nenhum padrão de comportamento, um absoluto caos. Não existe fórmula para ficar rico. Quem adquire cotas de um fundo de investimento corre os mesmos riscos de quem compra ações isoladamente, ou obras de arte, ou qualquer outro investimento.

6) DA MOBILIDADE: Evite lançar raízes. Tolhem seus movimentos. Preserve a sua mobilidade. Fique solto, pronto para pular fora se aparecer algum problema ou para agarrar rapidamente uma oportunidade.

7) DA INTUIÇÃO: Só se pode confiar num palpite quando possível de ser explicado. A intuição (manifestação de uma experiência mental absolutamente comum: saber alguma coisa sem saber-se como se sabe) pode ser um útil instrumento especulativo, mas deve ser tratada com cuidado e ceticismo. Palpites podem ser facilmente confundidos com esperança.

8) DA RELIGIÃO E DO OCULTISMO: Os desígnios de Deus para o Universo improvavelmente incluem o de fazer você rico. Você deve apoiar-se exclusivamente nos seus próprios talentos.

9) DO OTIMISMO E DO PESSIMISMO: Otimismo significa esperar o melhor, mas confiança significa saber como se lidará com o pior. Jamais faça uma jogada por otimismo apenas. O otimismo costuma toldar completamente o raciocínio. Antes de investir num negócio, pergunte-se como se safará se der errado.

10) DO CONSENSO: Fuja da opinião da maioria. Provavelmente está errada. O especulador tem de ir contra a pressão da opinião pública.

11) DA TEIMOSIA: Se não deu certo da primeira vez, esqueça. Não engula a idéia (tentadora, mas falaciosa) de melhorar uma situação ruim fazendo preço médio. Escolha os investimentos apenas pelo mérito deles.

12) DO PLANEJAMENTO: Planejamentos a longo prazo geram a perigosa crença segundo a qual o futuro pode estar sob controle. É importante jamais levar muito a sério os seus planos a longo prazo, nem os de qualquer outra pessoa. Apostar no amanhã já é um risco. Apostar num dia daqui a vinte ou trinta anos é loucura total.

Os Axiomas de Zurique são um pouco assustadores. Não são do tipo de conselhos oferecido pela maioria dos assessores financeiros. Os doze axiomas contradizem alguns dos mais estimados clichês da indústria do aconselhamento financeiro. A maioria dos especuladores suíços bem-sucedidos dá pouca atenção aos conselhos convencionais sobre investimentos.

Muitos passam a vida buscando meios e modos de aceitar o menor número de apostas possível. Outros, os suíços dentre eles, fazem justamente o contrário. Os suíços transformaram-se nos banqueiros do mundo não por terem ficado escondido, mas por terem enfrentado riscos e estudado os meios de administrá-los. Ninguém fica rico por meio de salário. Tem de ter algumas boas especulações.